quinta-feira, abril 19, 2007

Velhinhos à beira da estrada


É vulgar em todo o lado que passo... ver velhinhos sentados em bancos de jardim plantados à beira da estrada...

Por mais cedo que me levante... em dias de feira... 2ª feira... 3ª feira...4ª feira e por aí adiante... não há um que não veja alguns logo cedinho prostrados... simplesmente olhando os carros passar.

Por norma penso:

“ Mas que porra... o raio do homem não estaria melhor na caminha no quentinho e a descansar? Pudera eu... lá estar...”

Mas nos dias que apanho mais trânsito... (todos) ponho-me a divagar sobre o assunto e já tenho diversos palpites...

- Estão à espera da morte... é dura esta resposta... mas parece verosímil... pouco se mexem, nas suas faces é imperceptível qualquer estado de espírito, sentados ali, braços cruzados... só à espera....

-Levantam-se cedo para estar mais tempo sem fazer nenhum.

- Levantam-se cedo para viver mais... mas por norma também se deitam com as galinhas... já não dá para grandes caboiadas...

-Os bicos de papagaio começam a cantar e não deixam os idosos dormir.

Não sei... se calhar estou a dar demasiada importância a algo que não deveria... mas porra... no trânsito vou pensar no que??? Contas para pagar???

Dass... imagem do demo... antes velhinhos!!!

Mas agora um aparte que vou partilhar com vocês, que são umas maroteiras destes seres já vividos... mas ainda muito marotos.

Tenho um amigo meu, que trabalha num clube de vídeo, e que diz que estes senhores são protagonistas de grandes cenas por aqueles lados, e que é muito vulgar eles ficarem à coca que a companheira de vida saia para ir ao pão ou às compras, (e como sabem que demoram), vão ao clube de vídeo a correr, eles e a bengala é uma “fast ride” a ver quem chega 1º... alugam um daqueles filmes da secção de adultos bem picantes e lá bombam nas horas até casa, para conseguirem assistir ao movie antes da lady chegar.

Depois há uns com menos sorte... os que o Alzheimer começou a atacar... ou simplesmente o esquecimento de uma vida cheia de tudo... esquecem-se que têm de entregar os filmes, e depois semanas mais tarde aparece lá a jove deles a entregar o “dito”...

“- Ó menino... tinha lá isto em casa e nem sabia, deve ter sido o meu marido... isto é um filme de quê???”

Ao que o meu amigo é obrigado simplesmente a responder:

“ Desenhos minha senhora... desenhos... e já agora... São 20€”

Isto é o que se pode chamar a queca da 3ª idade... f**** 20€ que até chiam...
 
posted by Peste at 8:19 da manhã, |

23 Pestinhas:

  At 8:44 da manhã Blogger SAM said:
LOLOLOLOLOLOL

ele acordam cêdo porque as costas doem...ou porque...é como nos quando estamos de férias, acordamos cêdo porque podemos fazê-lo! LOLOLOL

A PORNOGRAFIA FAZ MUITO BEM!
VIVA A PORNOGRAFIA!

lololbeijo PESTE
Coitados. Esperemos lá chegar.
Jocas evai ao meu novamente já actualizei
quanto mais velho menos se dorme... eles levantam cedo porque dormem pouco e não estão a fazer nada na cama... nada mesmo! daí os filmes porno para se lembrarem como era bom! coitados vai ser o nosso destino se tudo correr bem..
Eu acho triste quando sentimos que este já não é o nosso mundo e a única coisa que podemos fazer é vê-lo passar!
Espero que não aconteça comigo!
Nunca reparei nisso..Aqui é mais vê-los todos na praça a apanhar sol.
LOOOL desenhos!
Estes idosos andam todos modernos a ver porno e tal :p
Coitados dos homenzinhos! Sejamos compreensivos...
Lol! Essa dos clubes de video desconhecia completamente... Doidões, os velhotes!:)

Quanto ao facto de estarem nos bancos, é simples: normalmente as pessoas de idade precisam de pouco tempo de sono. Bastam-lhes cinco horas. Ficar mais tempo que isso é incomodativa e torna-se desconfortavel, fisicamente. De resto, estão lá... porque não têm mais nada que fazer! Muitos estão desenraizados, outros sozinhos... a politica social de entretenimento nunca chegou aos idosos. Os putos tê ATL para ocupar tempos livres. Os idosos têm centros de dia mal geridos, a abarrotar, sem nada de apelativo.

Como é que eu sei isto?:)
Não tenho avós. O único avô que conheci faleceu há poucos anos. Era retrato fiel do que acabei de dizer. Mas também porque desde chavala que sou (fui - deixei de ter tempo...) voluntária de acção social, nomeadamente em instituições ligadas ao apoio e lazer p/ idosos.

Apanhei de tudo, gente bem educada, gente mal educada, gente cuja história de vida (e isolamento) me obrigava a fechar-me na casa de banho, para que não me vissem perturbada.

O facto é que os idosos estão completamente esquecidos pelas nossas "políticas de comunidade", e pensar nisto arrepia-me dia após dia...:(

Miaus!!!
Querida Peste,

A cibdição em que eles se encontram de ainda poderem ficarem nas ruas olhando o mundo, o trânsito, issso serve para provocar em cada um lembranças do que foram. E quem sabe isto não sirva para lhe elevarem a auto estima.
A sugestão que apontastes não acho ser a ideal, porque a situação de quietinhos sobre uma cama dura menos do que eles ainda em movimento.
Os malditos governos insistem em passar para nós, que também iremos ter nossos problemas, e já temos o sufiente em nossa idade. Por eles nós população, sairíamos juntandos todos os necessitados, todos os tristes das ruas e lhes dando tudo.
Isto é possível é. Mas é ilícito, por ser uma responsabilidade direta desses desocupados que só pensam em fazer política.
Ademais, para os poderosos, a situação ideal seria que eles estivessem em suas casas, deitados, enrolados, porque mais dia menos dias, estariam excluídos de suas folhas de benefícios, ao que esses velhinhos tem por mais que merecido.
Faz um dia como eu já fiz. Eu econtrei um velho com dificuldade de atravessar a rua, um medigo. Ai eu parei o meu carro quase sobre a faixa de pedestre e fui, caprichosamente, com toda calma do mundo. Juntei as coisas deles, que ele não podia carregar, atravessei as duas vias, calmamente, enquanto o trânsito bradava em agonia e ódio. Cheguei já tinham dois guardas no ponto de me punirem, levar o meu carro, ou coisa assim. Então lhes falei o que tinha feito.
Um ainda retrocou, me sugestionando com o arugumeto de que eu estava a atrapalhar o trânsito, usou até a palavra CAOS, o que eles não sabem o que é. Mas saíram, deram com a mão para os motoristas enfurecidos, um deles pegou na minha mão e disse. Podes ir.

o teu blog está entre os meus favoritos, e eu não vi o meu entre os teus.
Um beijo
Naeno
Eu não concordo com o primeiro comentário. É muita chacota, com esses filhos de Deus

Naeno
Meu Deus, eu te vejo fazer um relato comovida, com a situação desse pobres coitados, e em seguida vejo pessoas brincando com uma coisa tão séria.
Livre-te Portugal de um dia seres administrado por um desses dois ou três, ou quatro, comentaristas.

Pobres velhos, serão fritos.

Naeno
Bom fim de semana querida amiga!
beijo grandão !
Passei também para desejar um bom fim-de-semana, Peste.
Fica bem *
É a melhor maneira de fazer cócegas ao boneco
Sam diz á tua amiga para passar pelo Mitos Urbanos e para adicionar á lista de link´s issoé que era uma ganda malha.
http://novos-mitos-urbanos.blogspot.com
Enfim...
Olá!
É a primeira vez que visito este blog e gostei muito. Continua...
Beijinhos
Cris
Pode visitar-me em:
aspinturinhasdacris.blogs.sapo.pt
cantinhodosmiudos.blogs.sapo.pt
Peste, gostas de pintura? Vai ao meu blog ver umas merditas que faço! Críticas só positivas, de negas estou cheio! Também tem cartoons, mais pra chorar que pra rir...
He he, velhos mas não mortos. Sim é verdade, um abraço vizinha.
:) deixa lá os velhinhos curtirem a deles :)
Cá para mim à medida que a idade avança, fica-se com menos vontade de dormir para aproveitar melhor os dias.

Eles não têm nada para fazer, por isso, levantam-se cedo e vão dar um giro pelas ruas.

Bom feriado!
Boas Vidas...
Voce é mesmo um imbecil sem coração e sem cérebro. Não lê jornal não, idiota, não sabe a duresa que é chegar a essa idade e não ter mais perspectiva.
Será que vc faria o mesmo comentário se fosse a sua mãe ou o seu pai, certamente não. Acho até que os mandaria para um asilo só para não vê-los envelhecer, vc é patético. Vamos ver se terá preo cupações com contas quando os seus ossos começarem a doer. Provalvelmente vai lamentar não poder mais reclamar do trânsito porque não terá mais visão para dirigir.