segunda-feira, julho 23, 2007

O segredo nunca antes revelado!!

Gostava de saber quem foi que achou que nós as mulheres éramos o sexo frágil...

No entanto... tenho a declarar que nós até aos dias de hoje... agradecemos ao otário...

A cena de sermos sempre as primeiras a comer... a fugir... e a ser protegidas... é altamente vantajoso para todas da espécie!!!

Abençoado... o insano... que se mantenha assim aindaaaaaa por muitooooooooossssss anos!!

Vejamos...

Não vamos para a guerra... as fardas são muito pouco fashion... e com sangue... piora bastante... e a cena das armas e munições... davam-nos cabo das unhas...um pavor!!
logo... de carne para canhão...nada temos!!

Em salvamentos... somos as 1ªs a ser colocadas em botes com as criancinhas, como se fossemos imprestáveis... mas realmente entre ficarmos com as cuequitas molhadas ou morrer afogadas... é preferível aturar a miudagem!!!
Se bem que esta questão é controversa... não sei porque não são os homens os 1ºs a saltarem para o bote... não são eles que se gabam de povoar o mundo??
Estranho...

Quando algum obstáculo se opõe na nossa frente... logo eles correm para nos pegar ao colo... que queridos... assim evitamos umas nódoas negras... se caírem... caiem eles... e confessemos... damos boas gargalhadas à conta deles!!

Arranjamos confusão... damos umas bocas... e recuamos 3 passos... e deixamos a batata quente (honra)... nas mãos do macho...
“Vá vai lá limpar a tua dignidade”...
Esta até é um pouco arriscada... se forem como o Pestão eu fico de punhos cerrados, roxa de raiva fumegando de ira... e o gajo chega ao destino e ainda diz “ Na boa amigo... a minha mulher está um pouco nervosa...”
CAGUINCHAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Grito-lhe logo cá de longe!!! Já não há homens como antes...

E agora o maior dos segredos...

Porque nos idolatram os homens???
Porque somos perfeitas, belas, inteligentes etc... etc... etc...

-Conseguimos subtilmente colocar ideias nas suas cabecinhas, e ainda fazemos o milagre de os fazer acreditar que foram eles que as tiveram... (tontos...)

-Plantamos o remorso em cada esquina... em algum lado ele falha... e depois é só aproveitar o dito para obter tudo o que se quer... e o que não se quer...

-Gastamos dinheiro em indumentárias com fartura e em manter a linda aparência com a desculpa que é para eles... treta... é porque nos faz feliz e porque a verdadeira razão é o “síndrome de medir a pilinha” com as da nossa espécie! (Eu sou mais bela, tenho mais gosto, fica-me melhor...)

-Somos lindas indiscutivelmente... vestidas... despidas...porque nos cuidamos...e aqui... convenhamos...somos as deusas porque um gajo despido...não é um espectáculo bonito....

Pois é mulherio... temos o mundo nas nossas mãos...


PS: Gajos!!! Aprendam algo com estes seres míticos!! mas não muito...vá..
 
posted by Peste at 10:00 da manhã, |

24 Pestinhas:

Penso que está provado cientificamente que as mulheres são muito mais resistentes à dor do que os homens! hehehehe :)
Quem inventou isso do sexo mais fraco foi uma mulher. :)
Esqueceste-te de referir aquela capacidade única de ouvir duas conversas ao mesmo tempo...podemos sempre fingir que estamos distraídas e no momento indicado, ZÀS! atiramos-lhes com as suas próprias palavras! O que os gajos se passam com isso!! Enfim, inveja...
LOL!!!!!
Morri a rir agora!
As mulheres têm filhos! os homens nunca conseguiriam aguentar a dor!
Portanto, eles têm imenso a aprender! IMENSO!
Sinceramente, acho que não somos o sexo fraco. Os homens é que querem muito acreditar nisso para não se sentirem inferiores. Nós suportamos tudo e eles, ao primeiro problema, cedem logo...O Mundo será das mulheres..e não falta muito!!!

bjo
Ai...gosto tanto de ser mulher!

lolol
ahaha lindo! o que me ri lol
Gostei dessa tua teu marido... bonito ahah

E tou com a arabia... isto de estar com um olho no burro e outro no cigano só nós é que o conseguimos fazer. Eles raramente conseguem fazer, ouvir, duas coisas ao mesmo tempo...
Pois pois, sexo frágil, uma pessoa vai- lhes espremer uma borbulha, e ainda nem sequer tocou já começam a gemer imagino a terem filhos, valha-me Deus!
Ah, but of course!:)

Sexo fraco o tanas: sempre quero ver qual é o homem que faça depilação com cera às virilhas, e que não dê um par de berros!:P

Miaus!!!
  At 2:03 da tarde Blogger Lu.a said:
LOL!!
Este post partiu-me toda!!
Tá excelente!
Peste, tens toda a razão do mundo, quando falas assim.
Esta estória de sexo frágil atribuído à mulher, foi a de algum gajo esperto, sabendo que sobraria a alcunha prá nós. Nós é que temos o sexo frágil. Senão veja:
- Pelo lado fisiológico: Quem se arrebenta, esmorece e cai, vertiginosamente, declinadamente, mortificadamente, depois de uma sessão de ventura? O nosso. Que fica na condição de um enfartado.
- Pelo lado existencial: A mulher, por feitura, por comportamento, totalmente diferenciado do homem, revelou-se já, como a protetora nossa. Não existe um homem bem sucedido sem que haja por traz dele uma mulher, lhe inspirar, a lhe mostrar os caminhos viáveis. Um homem nasce e se alimenta do que tem a mulher de substancial e divino, o seu leite. Depois cresce e continua a seguir os seus mandamentos, e se julga correto, em assim procedendo.
Casa-se, mas não o faz na itensão deliberada de apenas fazer sexo, ter uma parceira para lhe fazer companhia. Não, novamente ele está protegido por outra mãe. E a essa mãe, os que têm juízo, a obedecem em tudo. Ou seja, o homem casa, procurando outra mãe. Já que estiorou a sua natural.
As traições, os gritos, as tentativas de humilhar, são nada mais nada menos do que a tentativa de negar-se a si, não ser o mais forte. Ver-se a si próprio na condição de menos significante.
Ao homem sempre coube o trabaho, a manutenção da casa, enquanto a mulher cuida da casa, dos filhos e do próprio.
Assim vendo, podíamos fazer uma comparação, ao mesmo tempo uma indagação que permanecerá suspensa, mas que todos, porque eu já admito isso a muito tempo. Somos nós homens estivas (foi a nossa condição dada), somos os ajudantes de fazemos a argamassa, subimos os andaimes e entregamos a vocês mulheres, que sabem erquer monumentos, com a boniteza e forma de aproveitamento e aconchego que nós nem sequer pensamos. Somos os caçadores que por nós, comeríamos a caça crua. Somos nós que abordamos vocês, porque é como se estivéssemos a procurar a nossa saída, um caminho, uma luz, dado o vazio que nos preence e não conseguimos preenchê-los sem uma mulher do nosso lado.
Um homem quando anda com as mãos entrelaçadas nas mãos de uma mulher, ele naquele momento está a rebocar sua alma, a sua guardiã. E faz sempre do modo que todos possam ver.

Um beijo
Naeno
  At 3:39 da tarde Blogger Rita said:
Chiu! Fala baixo! Então, queres deitar tudo a perder? As mulheres trabalharam tanto tempo para alcançar este estatuto.
O que vale é que eles são tão senhores de si mesmos que nem vão acreditar no que está aqui escrito.
Boa, tudo como dantes...
Jokas
Canoxinha - credo... se fossem os homens a parir te garanto q a população mundial estaria extinta...

migvic- então foi uma visionária!!!

Ariba- lol é verdade!! grande gafe a minha lol, acredita... o multi tasking deixa-os parvos
miss alcor- nem sabem eles a sorte q tiveram!!

Cristina- somos umas Deusas!!

Marta - acredita!!

Mulheka- não te rias!!! nem sabes como fico fula cada vez q ele vem com os paninhos quentes!!!

Alfabeta - maricas... são todos uns coquinhas!
bxana- nas virilhas ou onde quer q seja!!! nem arrancar um pelinho com a pinça eles suportam!!

lu.a- queremos-te inteira moça!"!!num tamos virados pós puzzles.

naeno- gostei dessa da guardiã...nice point of view!!
Sexo frágil… sexo frágil…

O sexo só é frágil quando mal manuseado. Em condições normais revela-se um membro bastante forte e robusto!

Ainda bem que algumas “iluminadas” têm o discernimento de desmistificar o assunto, abrindo ao mulherio as portas das minas de volfrâmio, das fileiras dos exércitos, de uma carreira na calcetaria, estiva ou outras comummente associadas aos homens.

Por isso, Peste, merece toda a minha admiração e apreço.
(depois de uma breve leitura ao blog)

Verifico que após algumas nomeações não publica os troféus, mas vamos resolver essa timidez...

Voltarei! (com um troféu debaixo do braço)
Joogoo - sexo frágil é o vosso!!! estão sempre tentando q ele se erga mas a verdade é q a maior parte do dia é um bixinho manso.

Toscarina- já tenho o tridente da diabba na mão.... vamos lá a ver!!!
Eles só têm que fazer a barba todos os dias! E mesmo assim, se quiserem podem deixar crescer!
Nós é uma data de coisas aborrecidas!
  At 1:52 da tarde Blogger Ana said:
Pois é, pois é... realmente temos o mundo nas nossas mãos.
No entanto, as desgraçadas (nós, gajas!) para termos o mundo nas nossas mãos temos que sofrer com a primeira vez, as dores da menstruação, as dores disto, daquilo e do outro, de ter filhos e trá lá lá... e o gajo onde fica? A assistir a este sofrimento todo na primeira fila da bancada e ainda diz "ve lá se queres um copinho de água que isso passa!" raiosparta!
Mulher sofre! Irra!
Olá vizinha, venho tentar salvar um pouco do que resta da honra da nossa espécie e espero deixar aqui algumas provocações.
Nunca achei que a mulher fosse o sexo fraco, nunca substimei a força e a manha de uma senhora. Cresci no meio delas, sempre trabalhei no meio delas e nunca conseguirei compreender a forma de pensar delas. Mas já vou compreendendo a forma como agem.
Nós homens somos pragmáticos e directos; Se mudamos de penteado chegamos ao pé dela e perguntamos gostas? Não andamos ali em meias palavras só para ver se elas reparam, é só um exemplo.
Quanto ao cavalheirismo ainda não compreendi porque os homens agem assim. Eu costumo dizer "Se vocês querem igualdade, acabou o cavalheirismo". Sempre achei que era um modo dos homens compensarem a mulher por séculos de opressão. Isto tem as suas vantagens, já não preciso de ser sempre eu a pagar as contas. O pior é que sou um coração mole e depois lá acabo por ceder.
Agora eu sou como o teu Pestão, não vou nas vossas encenações quando arranjam confusão só para verem o vosso respectivo, armado em herói, levar uma carga de porrada. Se bem que os tratamentos e os miminhos que vêm depois sempre compensem.
A vantagem de ser homem é que somos amigos colegas e cumplices. Duas mulheres não conseguem estar juntas sem entrar em competição e acabam sempre a arrancar os cabelos umas às outras.
Por fim o corpo da mulher é realmente mais bonito, mas se o corpo do homem despido fosse assim tão feio as mulheres viravam todas lésbicas.
Seja como for e, com todas as diferenças, nem nós vivemos sem vocês nem vocês sem nós, isto heterossexualmente falando claro.
Beijocas
Mas que raio de drogas andaste a tomar??? Estas gaijas pá...
  At 3:30 da tarde Blogger Azul said:
Concordo absolutamente com quase tudo.
Não fosse aquela falhazita final sobre " um gaijo despido"...não estás a referir-tea todos,pois não?

é que me estou praqui a lembrar daqueles piquenos dos anúncios da Aqua de Gio....

bJUFAS!!!
Que maldade, muito me espanta que em pleno seculo XXI, tanta mediocridade e soberba sejam tratados como vantagem de um genero sobre o outro como se a espécie humana não necessitasse das duas partes, mulheres vocês estão conquistando com muita diginidade sim seu espaço. Mas que não busquem ser tão mediocres quanto os homens do passado.
Pois da forma como as idéias se apresentam aqui, a maior virtude das mulheres esta se perdendo e nivelando a arrogância que imperou a humanidade através do homem no passado. o poder não deve ser trocado de mãos mas sim compartilhado já que hj agrupamos as condições ideais de sermos humanos ao inves de separar o genero humano, masculino e feminino, como se fossemos espécies diferentes